Jesus comeu carne ou peixe?

 

Jesus viveu na Galileia, uma região entre o mar Mediterrâneo e o mar da Galileia, ambos muito piscosos. Pelo menos sete de seus discípulos eram pescadores, o que demonstra que o peixe era um dos principais alimentos do ambiente em que Cristo viveu. Os quatro evangelhos relatam milagres que incluem Jesus fornecendo peixe como alimento para pessoas (Mt 14:13-21; Mc 1:16-20; 6:30-44; Lc 5:1-11; 9:10-17; Jo 6:1-13; 21:1-14). É provável que em todos estes eventos ele também tenha participado do alimento (peixe) que ele mesmo proveu milagrosamente. Em Lucas 24:44-42 declara explicitamente que Jesus comeu peixe após sua ressurreição. Este texto no original grego traz o termo ICHTOS que significa peixe. Quanto a carne de outros animais, a Bíblia não é categórica. Em Lucas 22:15 diz que Jesus comeu a Páscoa. Isso obviamente incluía participar do cordeiro pascal (ver Êxodo 12 sobre o ritual da páscoa). Portanto, a Bíblia sugere que Jesus comeu peixe e carne de carneiro.

É provável, pelas dificuldades em conservar carne na época, que ele e seus contemporâneos não comessem tanta carne quanto se come hoje. A ideia de que Jesus seria vegetariano estrito, tendo-se abstido de peixe e carne por toda a vida é antiga. Provém de evangelhos apócrifos escritos por grupos cristãos herméticos do Egito e da Ásia Menor no segundo e terceiros séculos da nossa era. Essas pessoas evitavam a carne por causa de suas crenças panteístas, isto é, criam que Deus estava em todos os seres vivos. Porém, o fato de Jesus ter comido carne não indica que esta deva ser consumida irrestritamente. Veja Provérbios 23:20. O regime original dado por Deus à humanidade é o vegetariano Gn 1:29. Deve ser seguido sempre que possível para uma boa saúde. Veja a história de Ofni e Finéas, nos primeiros capítulos de 1 Samuel e note como o consumo abusivo de carne pode despertar nas pessoas comportamentos imorais.