Declaração sobre Drogas

A Igreja Adventista do Sétimo Dia incentiva cada indivíduo e cada nação a cooperar na eliminação da epidemia mundial das drogas que solapa a estrutura social das nações e, em nível individual, frequentemente mata suas vítimas ou leva-as a uma vida de crime.

Os Adventistas do Sétimo Dia creem no ensino bíblico de que cada corpo humano é um “templo do Deus vivente”, que deve ser cuidado inteligentemente (II Cor. 6: 15-17).

A Crença Fundamental no 21 da Igreja, baseada na Bíblia, declara: “Junto com adequado exercício e repouso, devemos adotar a alimentação mais saudável possível. …Visto que as bebidas alcoólicas, o fumo e o uso irresponsável de medicamentos e narcóticos são prejudiciais ao nosso corpo, também devemos abster-nos dessas coisas. Em vez disso, devemos empenhar-nos em tudo que submeta nossos pensamentos e nosso corpo à disciplina de Cristo, o qual deseja nossa integridade, alegria e bem-estar.”

Para um viver saudável, os Adventistas do Sétimo Dia insistem em que todos sigam um estilo de vida que evite os produtos do fumo, as bebidas alcoólicas e o uso impróprio de drogas.


Esta declaração pública foi liberada pelo presidente da Associação Geral, Neal C. Wilson, depois da consulta com os 16 vice-presidentes mundiais da Igreja Adventista do Sétimo Dia, em junho de 1985, na sessão da Associação Geral em Nova Orleans, Louisiana.