Alusão aos 150 anos da Associação Geral da IASD

A Igreja Mundial designou o sábado, 18 maio de 2013, como um dia de oração, de lembrança e de um novo compromisso com a missão. O aniversário de 150 anos da Associação Geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia constitui uma oportunidade de reconhecermos, mais do que nunca, que está próximo o dia de vermos Jesus voltar nas nuvens do céu. Estamos vivendo o tempo propício para buscarmos de Deus o verdadeiro reavivamento, reforma de vida e o batismo diário do Espírito Santo. É nosso dever dar ao mundo, num alto clamor, o último convite de Cristo antes de Sua vinda. No UNASP-EC, o sábado foi bem ativo. O culto teve início com um momento infantil muito especial, onde as crianças aprenderam, de maneira bem interativa, um pouco mais sobre nossa história Adventista. Em seguida, o Pr. Alberto Timm, vice-diretor do Ellen G. White Estate (EUA), centro de pesquisa onde estão as obras de Ellen White e documentos importantes da IASD, pregou um lindo sermão com o tema “IASD 150 anos – Concluindo a missão”. Ele fez uma retomada histórica sobre o início da IASD, a data em que foi escolhido o nome “Adventistas do Sétimo Dia”, o estabelecimento da Associação de Michigan e da Associação Geral, bem como uma revisão do crescimento que a Igreja alcançou ao longo de sua história: começou com apenas 3 mil e quinhentos membros e, hoje, possui 17 milhões de membros, em mais de 200 países, com 600 sedes administrativas ao redor do mundo. Também apresentou um panorama sobre a situação atual da IASD, destacando alguns dos desafios contemporâneos e ressaltando o dever das novas gerações de pregar o evangelho e cooperar com Deus no avanço dessa obra até a volta de Jesus.

Vídeo do Sermão

À tarde, no JA, o Pr. Timm realizou um seminário com o tema: “Desafio e Tendências Contemporâneas da IASD”, abordando algumas dificuldades que a Igreja enfrenta atualmente na pregação do evangelho. Ressaltando a importância de considerarmos devidamente os 150 anos da IASD, declarou: “Um povo sem história é um povo sem raízes; se você não sabe de onde veio, então não sabe por que está aqui. Esse é um ponto muito importante em termos de identidade. Nosso movimento começou com um propósito específico, e, se nós perdermos esse propósito ao longo da caminhada, não há razão para nós existirmos mais”. Referindo-se à pregação do evangelho ao redor do mundo, afirmou: “Eu creio que a globalização das comunicações pode acelerar a pregação do evangelho muito rapidamente, com a internet e os meios de comunicação”. Por fim, houve uma sessão de perguntas e respostas, com a participação de alunos e da comunidade.

Após o JA, todos os que estavam na igreja foram encaminhados ao Centro de Pesquisas Ellen G. White, para a inauguração da exposição comemorativa de 30 anos do UNASP – campus Engenheiro Coelho, um momento muito emocionante e belo, com a participação de vários pioneiros reunidos, os quais relatavam à plateia um pouco da história do UNASP, e de como Deus dirigiu na compra dessa fazenda. O ponto que mais ficou gravado na mente dos presentes foi de que Deus está na direção dessa obra, e que Ele unicamente merece nosso louvor e adoração por tudo que tem feito por Sua Igreja.

Vídeo da Celebração UNASP 30 Anos

Fotos do dia